fbpx

Investir em imóveis é considerada uma prática tradicional e altamente rentável. Apesar dos baixos riscos, é um tipo de investimento como qualquer outro e por isso segue a onda do mercado e da economia. É por isso que podemos dizer que de cerca de dois anos para cá os ventos não sopravam a favor deste tipo de investimento. Mas parece que o cenário está prestes a mudar

Se você está pensando em investir em imóveis em Florianópolis, continue a leitura e descubra por que 2018 é o ano ideal para este investimento!

Cenário nacional favorável

O ano de 2017 deixou um bom legado para a economia brasileira. Seu balanço geral aponta para um futuro próximo de melhora significativa, sobretudo no mercado imobiliário. Ainda que o preço dos imóveis para venda tenha se mantido estável durante 2017, a tendência é o retorno da valorização destes bens em 2018.

Inúmeros fatores nos ajudam a entender esta iminente recuperação: o recorde histórico e positivo da taxa Selic, que fechou o ano em 7%; a queda significativa da taxa de inflação, que superou as expectativas e opera em 2,95%; o aumento da confiança do consumidor diante de uma economia que demonstra melhoras, depois de anos de crise e recessão; o aumento da facilidade de financiamento por parte dos bancos privados; entre outros.

Em resumo…

É muito provável que esta retomada econômica impacte positivamente o cenário imobiliário nacional e, consequentemente, a valorização dos imóveis em Florianópolis. Em outras palavras, a capital catarinense se encaminha para um momento de crescimento no setor imobiliário, que impulsionará bons negócios no que tange à compra de imóveis para revenda ou locação.

E Florianópolis é mesmo uma boa cidade para investir em imóveis?

A resposta é sim! Florianópolis desponta como uma das melhores cidades do país para esse tipo de investimento e as razões que a colocam neste posto são inúmeras.

[ Veja também: 5 motivos para investir no mercado imobiliário em Santa Catarina ]


O atual cenário imobiliário da Grande Florianópolis condiz com o nacional, isto é, extremamente positivo para uma retomada. Há de se considerar ainda que, segundo o
Índice FipeZap, Florianópolis é uma das únicas duas cidades analisadas no país que fecharam 2017 com alta no preço de venda de imóveis residenciais (+4,34%).

Alta demanda

As belezas naturais da ilha sempre foram um convite irrecusável para milhares de turistas do mundo todo. Mas é fora da temporada que os números são ainda mais relevantes para quem pensa em investir em imóveis por aqui. O censo demográfico de 2010 aponta que a população de Florianópolis era de mais de 421 mil pessoas, ao passo que a previsão do IBGE para este dado em 2017 é de mais de 485 mil. Isso quer dizer que nos últimos 7 anos cerca 9.000 chegaram para morar em Florianópolis a cada ano. Esta informação é valiosa a quem deseja investir, já que demonstra que a cidade está em constante crescimento populacional e sempre haverá procura enquanto houver boas ofertas.

Renda favorável

A capital catarinense de destaca também pelo alto poder aquisitivo da população que, segundo o IBGE, possui uma renda mensal média de 4,8 salários mínimos – próximo a R$4.500,00. Além disso, Floripa é considerada a segunda melhor cidade para se viver depois dos 60 anos, devido aos seus altos Índices de Desenvolvimento Urbano. Suas variadas opções de lazer, de estudo e sua proposta de lifestyle próximo à praia faz da cidade uma das mais procuradas para viver em todas as idades.

Quero investir em imóveis em Florianópolis. Por onde devo começar?

Adquirir imóveis para revenda ou aluguel é apostar em uma opção segura e de alto retorno. Mas para garantir estas características você deve, antes de mais nada, escolher a melhor localização.

Poder de barganha

Outra informação que deve ser considerada é que durante o primeiro trimestre de 2018, o poder de negociação do investidor em Florianópolis possivelmente será maior. Esta margem tende a diminuir à medida que as baixas nos juros forem repassadas ao consumidor.

Melhores bairros

Mas afinal, quais os melhores bairros para investir em Florianópolis? Elencamos as regiões mais rentáveis para você investir em imóveis por aqui, considerando o valor médio do m² do bairro, seu entorno e sua características.

1) Residencial: Centro, Trindade, Itacorubi, Córrego Grande e Pantanal

O Centro e os bairros próximos à UFSC E UDESC são áreas extremamente valorizadas devido ao grande fluxo de estudantes e trabalhadores da região. Isso quer dizer que dificilmente um imóvel em boas condições vai permanecer em oferta por muito tempo, visto que existe um grande turnover de compradores e locatários residenciais.

Além disso, a localização destes bairros dentro da ilha é estratégica, sendo de acesso fácil para o Norte, Lagoa da Conceição e Centro e contribuindo para a média de R$22,00 o custo do m² para locação nesta macro região. Em 2017, Itacorubi foi o bairro que mais valorizou dentre estas opções.

2) Comercial/Empresarial: Saco Grande, João Paulo, Santo Antônio de Lisboa, Canasvieiras

A região do eixo da rodovia SC-401 tem se destacado fortemente pelo seu viés de inovação, pois é lá que as principais empresas de Santa Catarina voltadas à tecnologia têm se instalado. Esta característica adiciona estes bairros na lista dos mais indicados para investir em imóveis com foco em revenda e aluguel para empresas e startups dos mais variados segmentos e tamanhos.

3) Centro Econômico: Kobrasol e Campinas

Nos bairros da região continental se concentra uma grande quantidade de escritórios e fábricas, responsáveis por parte da movimentação da economia da Grande Florianópolis. Sua facilidade de acesso e a grande oferta de terrenos torna a área interessante para investir.

E então, vamos investir? 😉 Caso você tenha ficado com alguma dúvida, deixe seu comentário!

Deixe um Comentário